.posts recentes

. Última hora / Murça: mini...

. Povoação transmontana ati...

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Fazer olhinhos

.Sergei cartoons


Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

Estou no Blog.com.pt


Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Última hora / Murça: ministro anuncia ajuda para agricultores

O Ministério da Agricultura anunciou hoje que vai disponibilizar ajuda imediata aos agricultores da freguesia de Jou, Murça, afectados pela queda de granizo, no sábado, através do fornecimento gratuito de adubos fólicos e cálcio, noticia a Lusa.

O Ministério da Agricultura revelou em comunicado que a queda de água e granizo durante cerca de hora e meia ao final da tarde de sábado atingiu uma área estimada entre 100 a 150 hectares de terrenos agrícolas.

Notícia completa


publicado por laura_ceu às 15:27

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 19 de Maio de 2007

Povoação transmontana atingida por trovoada, chuva e granizo

 

 

 

Tempestade arrasou plantações

Cerca de 70 a 80 por cento das plantações agrícolas e caminhos agrícolas destruídos foi o resultado de uma chuva de granizo que caiu hoje na freguesia de Jou, concelho de Murça, disse o presidente da Câmara.

O presidente da Câmara de Murça, João Teixeira, disse à Agência Lusa que se «registaram grandes prejuízos» um pouco por toda a freguesia de Jou, na sequência de uma trovoada com queda de chuva e granizo durante cerca de uma hora e meia.

A trovoada terá ocorrido, segundo o autarca, entre as 16:00 e as 17:30 e afectou as aldeias de Cimo de Vila, Aboleira, Rio, Banho, Penabeice, Mascanho e área envolvente ao Santuário de Santa Isabel.

João Teixeira afirmou que entre «70 a 80 por cento» da produção da freguesia «ficou destruída».

O vice-presidente da autarquia, José Maria Costa, disse à Lusa que a produção de cereja da freguesia «ficou praticamente toda destruída» e referiu ainda os prejuízos na maçã, vinha, produção de batata, cereais ou produtos hortícolas.

José Maria Costa referiu ainda a destruição de caminhos agrícolas das propriedades, o que se verificou nas zonas de encosta e, acrescentou, que algumas estradas municipais foram atingidas pelo arrastamento de terras.

João Teixeira referiu que o arrastamento de terras levou ainda à paragem da estação de bombagem que abastece a freguesia de Jou e parte da vila de Murça estando, no entanto, segundo o responsável, garantido o abastecimento de água às populações através dos depósitos.

O objectivo foi impedir a entrada de água barrenta no sistema de abastecimento.

Frisou que a Protecção Civil está no local e que os serviços municipais estão a efectuar um levantamento dos prejuízos causados.

Refira-se que, a 07 de Junho de 2004, a queda de granizo nas localidades de Porrais e Sobreira, também no concelho de Murça, provocou prejuízos em vários hectares de vinha e olival de 450 agricultores.

Logo no dia a seguir, o então Ministro da Agricultura, Sevinate Pinto, visitou estas localidades para avaliar os estragos e, a 09 de Junho, o Conselho de Ministros aprovou a disponibilização de uma quantia até um milhão de euros para pequenos agricultores do concelho de Murça afectados pelo mau tempo.

Mais de um ano depois, os agricultores receberam as compensações - cerca de 600 euros por hectare de vinha.

2007/05/19 | 22:51

In: Portugal Diário


publicado por laura_ceu às 23:30

link do post | comentar | favorito
|


Cadastre-se no Trafegando - Divulgue Seu Site Gratuitamente e aumente suas visitas gratuitamente!

.mais sobre mim

.pesquisar

 

<script

.tags

. todas as tags