.posts recentes

. LINHA DO TUA

. CCDR trava prospecções no...

. Adorei este artigo!

. Factura EDP

. Os lobos da governança

. Convite para audição públ...

. Presidente do INAG desmen...

. Barragem de Foz Tua

. A todos os amigos e visit...

. Partido “Os Verdes” diz q...

. Montesinho terá energia e...

. O Governo ainda não sabe ...

. Barragem do Tua

. Governo aprova Programa N...

. Tente acertar!

. Este blog também está de ...

. Gato Fedorento / para rir

. República dos bananas

. As mãos limpas

. Autocarro avariado acende...

. Homenagem A Florencia e à...

. Salvem a Linha do Tua

. Debate em Mirandela - Inf...

. Estalou o verniz ao Gover...

. Barragem vai afogar linha...

. Contra o fecho da Urgênci...

. Tratados como animais!

. A minha mãe partiu para o...

. Água castanha obriga Câma...

. Funcionários públicos - A...

. A lei da selva

. Mais pobres pagam cada ve...

. Música medieval em Carraz...

. Imagens do blog do amigo ...

. Ministra da Educação - Ga...

. Encerramento das Urgência...

. As grandes questões do no...

. Ministro da má saúde dos ...

. Parque de campismo flutua...

. os perigos de dizer a ver...

. "Faça dos outros estúpido...

. O deserto da Margem Sul

. O Engenheiro Areias / Est...

. Apoio à Greve Geral

. A 30 de Maio os trabalhad...

. convite

. As imagens valem por mil ...

. Mapa de Portugal

. Última hora / Murça: mini...

. Sócrates pediu o esforço ...

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Fazer olhinhos

.Sergei cartoons


Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

Estou no Blog.com.pt

Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Presidente do INAG desmente decisão sobre cota avançada pelo autarca de Mirandela

O presidente do Instituto Nacional da Água negou hoje qualquer decisão sobre a cota da Barragem do Tua mas o autarca de Mirandela alega ter informação de que «será de 200 metros, submergindo a Linha do Tua»

«Desminto categoricamente que alguém do Instituto Nacional da Água tenha admitido qualquer cota», disse à agência Lusa o presidente daquele organismo, Orlando Borges.

«Continuo a dizer e a afirmar que tenho informações concretas do Instituto Nacional da Água de que a hipótese que tem mais probabilidades é a cota de 200», retorquiu o presidente da Câmara de Mirandela, José Silvano.

O desmentido de Orlando Rodrigues surgiu na sequência de declarações do autarca transmontano, que garantiu à Lusa ter «a confirmação do Instituto Nacional da Água que a cota aprovada para a Barragem é de 200 metros».

O presidente do Instituto Nacional da Água desmente e assegurou à Lusa que «a decisão sobre a cota só será equacionada em sede de avaliação de impacte ambiental».

Orlando Borges afirmou que «ninguém no Instituto Nacional da Água poderia dar tal garantia» já que ele próprio assinou a declaração ambiental e programa, já alvo de discussão pública, e disponíveis na Internet.

O presidente do Instituto Nacional da Água reconheceu que «qualquer solução implicará a submersão da Linha do Tua mas garantiu que o propósito é minimizar as consequências».

Segundo disse, «a grande novidade desta Barragem é o estudo de várias cotas», entre 160 e 200 metros.

O presidente do Instituto Nacional da Água adiantou que «já foi desencadeado o procedimento para a publicação em edital e Diário da República do concurso público para construção da Barragem».

De acordo com Orlando Borges, os concorrentes que vierem a ganhar o concurso ficam obrigados a fazer a respectiva avaliação de impacte ambiental, em que serão estudadas as diferentes cotas.

«É uma obrigação deste plano e só esse estudo concluirá qual a cota da Barragem», garantiu. De acordo com aquele responsável, a declaração que assinou recomenda que seja estudada a cota mais baixa de 160 metros, que submergirá os últimos 15 quilómetros da Linha do Tua.

A cota de 200 metros deixará debaixo de água mais de metade da Linha e é esta solução que o presidente da Câmara de Mirandela, o social-democrata José Silvano insiste que "irá vingar", mesmo depois do desmentido do presidente do Instituto Nacional da Água.

Silvano reiterou à Lusa ter «informações do Instituto Nacional da Água» nesse sentido e que seria até «incompreensível» outra solução, porque qualquer das alternativas «acaba com a Linha»

«Então se o Estado vai acabar com a Linha do Tua porque é que há-de optar por uma cota de 160 se tem mais potencial energético para explorar com os 200 metros», questionou.

«Como nenhuma das alternativas salvaguarda a Linha, tanto dá construir à cota máxima, como mínima», acrescentou. Silvano entende que a Linha do Tua sem ligação à Linha do Douro e consequentemente ao litoral fica inutilizada.

Segundo disse, e a confirmar-se a cota de 200 metros, ficará debaixo de água mais de metade do último troço de caminho-de-ferro no Nordeste Transmontano.

Dos carris restará apenas o percurso entre Mirandela e o Cachão que, segundo um projecto já existente, deverá ser assegurado pelo metro de Mirandela para servir os trabalhadores do complexo agro-industrial do Cachão.

A Lusa pediu esclarecimentos à CP, que explora comercialmente a linha, e à REFER, responsável pela infra-estrutura, mas ainda não obteve resposta das duas entidades.

O metro de Mirandela faz actualmente o percurso até ao Tua que se encontra encurtado desde ao descarrilamento da carruagem, há quase um ano, que matou três pessoas.

O troço acidentado encontra-se reparado há dois meses mas mantém-se encerrado entre a Brunheda e o Tua, sem data anunciada para a reabertura.

Lusa/SOL


publicado por laura_ceu às 10:55

link do post | comentar | favorito
|


Cadastre-se no Trafegando - Divulgue Seu Site Gratuitamente e aumente suas visitas gratuitamente!

.mais sobre mim

.pesquisar

 

<script

.tags

. todas as tags