.posts recentes

. LINHA DO TUA

. CCDR trava prospecções no...

. Adorei este artigo!

. Factura EDP

. Os lobos da governança

. Convite para audição públ...

. Presidente do INAG desmen...

. Barragem de Foz Tua

. A todos os amigos e visit...

. Partido “Os Verdes” diz q...

. Montesinho terá energia e...

. O Governo ainda não sabe ...

. Barragem do Tua

. Governo aprova Programa N...

. Tente acertar!

. Este blog também está de ...

. Gato Fedorento / para rir

. República dos bananas

. As mãos limpas

. Autocarro avariado acende...

. Homenagem A Florencia e à...

. Salvem a Linha do Tua

. Debate em Mirandela - Inf...

. Estalou o verniz ao Gover...

. Barragem vai afogar linha...

. Contra o fecho da Urgênci...

. Tratados como animais!

. A minha mãe partiu para o...

. Água castanha obriga Câma...

. Funcionários públicos - A...

. A lei da selva

. Mais pobres pagam cada ve...

. Música medieval em Carraz...

. Imagens do blog do amigo ...

. Ministra da Educação - Ga...

. Encerramento das Urgência...

. As grandes questões do no...

. Ministro da má saúde dos ...

. Parque de campismo flutua...

. os perigos de dizer a ver...

. "Faça dos outros estúpido...

. O deserto da Margem Sul

. O Engenheiro Areias / Est...

. Apoio à Greve Geral

. A 30 de Maio os trabalhad...

. convite

. As imagens valem por mil ...

. Mapa de Portugal

. Última hora / Murça: mini...

. Sócrates pediu o esforço ...

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Fazer olhinhos

.Sergei cartoons


Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

Estou no Blog.com.pt

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007

Montesinho terá energia eólica

Mota Andrade acredita que o Governo vai viabilizar a colocação de aerogeradores nas áreas protegidas


O Governo não vai abdicar do aproveitamento de energia eólica no Parque Natural de Montesinho (PNM). A garantia é do deputado do PS por Bragança, Mota Andrade, que encara o aproveitamento do vento no PNM como uma questão de interesse nacional.
“Estou certo que o Plano de Ordenamento do Parque Natural de Montesinho, que será aprovado em Conselho de Ministros, contemplará a possibilidade de aerogeradores e mini-hídricas nas áreas protegidas e estará bem distante daquele que foi apresentado” em consulta pública, considera o parlamentar, que também preside à Federação Distrital de Bragança do PS.

Esta decisão, acrescenta Mota Andrade, será tomada “contra a opinião dos radicalistas do ambiente, que só conhecem a palavra restringir, muitas vezes sem conhecerem a realidade no terreno”.
Em matéria de energia eólica, o PS defende uma solução capaz de conciliar os aerogeradores com a conservação na natureza. “Não é, obviamente, plantar toda a serra de Montesinho de aerogeradores, mas um modelo que aproveite minimamente os nossos recursos”, salienta o deputado.

“Os radicalistas do ambiente só conhecem a palavra restringir, muitas vezes sem conhecerem a realidade no terreno”

Mota Andrade recorda que o Portugal é altamente dependente em termos energéticos e
tem necessidade de produzir energias limpas, como é o caso da solar, hídrica e eólica. “Seria absurdo continuar a ver os aerogeradores espanhóis a partir da cidade de Bragança e de imensas zonas do PNM, e do nosso lado não existirem. Isso é de um fundamentalismo bacoco”, dispara o dirigente .
Mota Andrade defende, igualmente, a barragem das Veiguinhas, alegando que se trata duma infra-estrutura fundamental para garantir o abastecimento de água à capital de distrito. “Tenho para mim que a Natureza também se adapta ao homem, aliás como aconteceu na albufeira do Azibo. Os fundamentalistas do Ambiente é que não querem ver isto”, lamenta o parlamentar rosa.
“Desaparece uma linha de caminho de ferro, mas o comboio teve a sua época e o seu tempo”

Numa altura em que se discute o futuro da ferrovia no Nordeste Transmontano, Mota Andrade defende a construção da barragem da Foz do Tua à cota máxima, mesmo que isso sacrifique o comboio. “Esta é a minha posição e isto que fique bem claro: acho que a barragem deve ir para a cota máxima para ser rentável e produzir o máximo de energia possível”, sustenta o responsável.
O deputado recorda que “a ferrovia foi uma conquista fabulosa para Bragança há 100 anos”, mas “hoje o que é importante são as estradas para reforçar a mobilidade das pessoas e essas estão em marcha”.
Aliás, Mota Andrade não esconde que o caminho-de-ferro pode ter os dias contados no distrito de Bragança, caso a barragem comece a produzir a 100 por cento.
“Desaparece uma linha de caminho de ferro, mas o comboio teve a sua época e o seu tempo. Em regiões com pouca gente e uma grande extensão de território a ferrovia não é viável, pois não há passageiros nem mercadorias capazes de rentabilizar o investimento”, considera o deputado.
Para o responsável, há que pesar bem os dois pratos da balança. “Se quisermos manter a ferrovia, então não há barragem, pois esta tem que ser feita na Foz do Tua e não pode ser feita 10 km abaixo, nem 10 km acima”, alega.


 Por: João Campos

 In: Jornal do Nordeste

Será que não está também na altura de estes ditadorzecos de meia tigela desaparecerem? "digo eu"


publicado por laura_ceu às 16:50

link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Jofre Alves a 23 de Dezembro de 2007 às 16:33
Passo para desejar Boas Festas e Feliz Natal com muita harmoniae com tudo de bom. Um abraço

Jofre Alves
http://couramagazinefoto.blogs.sapo.pt/
http://couramagazine.blogs.sapo.pt/
http://vilaflor.blogs.sapo.pt/


Comentar post


Cadastre-se no Trafegando - Divulgue Seu Site Gratuitamente e aumente suas visitas gratuitamente!

.mais sobre mim

.pesquisar

 

<script

.tags

. todas as tags