.posts recentes

. LINHA DO TUA

. CCDR trava prospecções no...

. Adorei este artigo!

. Factura EDP

. Os lobos da governança

. Convite para audição públ...

. Presidente do INAG desmen...

. Barragem de Foz Tua

. A todos os amigos e visit...

. Partido “Os Verdes” diz q...

. Montesinho terá energia e...

. O Governo ainda não sabe ...

. Barragem do Tua

. Governo aprova Programa N...

. Tente acertar!

. Este blog também está de ...

. Gato Fedorento / para rir

. República dos bananas

. As mãos limpas

. Autocarro avariado acende...

. Homenagem A Florencia e à...

. Salvem a Linha do Tua

. Debate em Mirandela - Inf...

. Estalou o verniz ao Gover...

. Barragem vai afogar linha...

. Contra o fecho da Urgênci...

. Tratados como animais!

. A minha mãe partiu para o...

. Água castanha obriga Câma...

. Funcionários públicos - A...

. A lei da selva

. Mais pobres pagam cada ve...

. Música medieval em Carraz...

. Imagens do blog do amigo ...

. Ministra da Educação - Ga...

. Encerramento das Urgência...

. As grandes questões do no...

. Ministro da má saúde dos ...

. Parque de campismo flutua...

. os perigos de dizer a ver...

. "Faça dos outros estúpido...

. O deserto da Margem Sul

. O Engenheiro Areias / Est...

. Apoio à Greve Geral

. A 30 de Maio os trabalhad...

. convite

. As imagens valem por mil ...

. Mapa de Portugal

. Última hora / Murça: mini...

. Sócrates pediu o esforço ...

.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Fazer olhinhos

.Sergei cartoons


Cartoons, Caricatures, Comic Strips & much more!

Estou no Blog.com.pt

Terça-feira, 27 de Março de 2007

Para descontrair!

Nobel de Economia  - entregue a um Alentejano!!

Um velho agricultor alentejano, com sérios problemas financeiros, comprou uma mula de outro agricultor por 100,00 Euros. Concordaram que a entrega da mula seria no dia seguinte.
Entretanto, no dia seguinte, o agricultor chegou e disse :

- Desculpe-me, mas tenho más notícias. A mula morreu.
- Bom, então devolva-me o dinheiro.

- Não posso. Já o gastei.
- Tudo bem. Mas, traga-ma na mesma.
- E o que e que vai fazer com uma mula morta?
- Vou rifa-la!

- Você não pode rifar uma mula morta!

- Claro que posso! Só que não vou dizer a ninguém que ela está morta...

Um mês depois, os dois homens encontram-se e o agricultor que vendeu a mula perguntou :
- Entâo, que e que aconteceu à mula morta?

- Rifei-a como lhe tinha dito. Vendi 500 números a 2,00 Euros cada e tive um lucro de 998,00 Euros.
- E ninguém reclamou ?
- Só o fulano que a ganhou na rifa.Devolvi-lhe os 2,00 Euros...  

Recebida por mail


publicado por laura_ceu às 21:32

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Março de 2007

É de mais!

 

O Coveiro do povo

 

Meia centena de SAP encerra

Lista dos 56 serviço de urgência a encerrar revelada anteontem

Está confirmado o corte nos Serviços de Atendimento Permanente dos Centros de Saúde de Murça, Alfândega da Fé, Carrazeda de Ansiães, Vila Flor, Vimioso e Freixo de Espada-à-Cinta... Mais

PJ, 2007-03-26

Urgências encerram sem meios alternativos

Metade da população do distrito de Bragança vai ficar sem urgência em Abril

Metade da população do Distrito de Bragança vai ficar sem urgência nos centros de saúde e sem meios alternativas durante meses, de acordo com um protocolo da Administração Regional de Saúde do Norte e informações prestadas à Lusa pela tutela...Mais

PJ, 2007-03-26

Transporte de doentes por Espanha

É preferível atravessar a fronteira do que fazer o trajecto nas estradas portuguesas

Os bombeiros e o pessoal de emergência médica do distrito de Bragança preferem atravessar a fronteira para o transporte de doentes do que sujeitá-los ao mau estado das estradas portuguesas...Mais

PJ, 2007-03-26

 


publicado por laura_ceu às 16:20

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sábado, 24 de Março de 2007

Sócrates «lava as mãos como Pilatos»

Em relação ao risco de desemprego dos 1.300 trabalhadores da Rhodes

O coordenador nacional do Bloco de Esquerda acusou esta sexta-feira o primeiro-ministro de «lavar as mãos como Pilatos» em relação aos 1.300 trabalhadores da multinacional alemã Rhodes na iminência de ficarem no desemprego, situação que afecta já meio milhão de portugueses, noticia a agência Lusa.

Francisco Louçã, que hoje participou num jantar de «solidariedade» com Ana Cristina Ribeiro, a única presidente de Câmara eleita pelo BE, constituída arguida em 2006 e alvo recente de uma investigação da Polícia Judiciária, contrapôs a «coragem» de Anita ao «lavar de mãos» de José Sócrates perante o drama do desemprego.

«O desemprego, que já afecta meio milhão de portugueses, bate agora à porta da maior multinacional europeia de calçado», pondo em risco 1.300 postos de trabalho, na sua maioria de mulheres, disse.

Referindo o aumento do número de desempregados nos últimos dois anos (de 412 mil em 2005 para 460 mil em 2007), Louça defendeu que ao invés de o primeiro-ministro fazer de conta «que não é nada com ele» e de o ministro da Economia «fazer telefonemas e enviar faxes», o Governo deveria «obrigar, por contrato», as multinacionais a garantirem estabilidade no emprego em troca das muitas regalias de que beneficiam.

«Em cinco anos fecharam 62 multinacionais, ou seja, todos os meses uma multinacional das mais ricas do Mundo sai de Portugal e são milhares que ficam desempregados», afirmou.

In: Portugal Diário


publicado por laura_ceu às 17:23

link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 18 de Março de 2007

A nossa língua

Lembro-me muitas vezes daquela sensação de medo (e depois de vergonha) que senti na primeira noite que passei em Chicago, quando oiço baterem insistentemente à porta da cozinha e vejo, a toda a largura e altura do vidro da porta, o enorme rosto de um negro, cabelo em tranças "rasta", fazendo gestos ameaçadores. Eu estava sozinha em casa, as crianças dormiam no quarto ao fundo, o meu filho ia chegar tarde. Imaginei-me no pior cenário do pior filme de terror, tremia sem saber o que fazer - até que o Diogo, estremunhado, veio lá do quarto, olhou e disse "ah, é o nosso vizinho do lado". Era e os gestos ameaçadores eram apenas gestos de um pai que também estava sozinho em casa, e descobrira ter ficado sem leite no frigorífico... A vergonha que tive acho que nunca chegou a passar, nem mesmo depois de lhe ter passado para as mãos um pacote inteiro e, até ao fim da minha estadia, ter tido sempre para ele o mais rasgado dos sorrisos.

Não há dúvida, somos instintivamente racistas, ou já estamos programados para o sermos.

Desta vez não estou em Chicago mas na estação de Metro de Sete Rios, passa pouco das seis da manhã, o quiosque do café ainda não abriu, faço horas para apanha ruma camioneta na rodoviária mesmo em frente. Diante de mim aparece um negro, o cabelo em tranças, olhos pesados de sono e álcool, ar de quem ainda não se deitou. Estende-me o braço e pede-me um cigarro. Enfio a mão na algibeira e entrego-lhe o resto do maço, olhando em volta, mas em volta não anda ninguém, e ele pede lume e eu estendo-lhe o isqueiro, esperando que ele não veja a minha mão pouco segura de si. "Obrigado", diz, "obrigado pela sua amabilidade." Repete "amabilidade" - devagarinho, e separando bem as sílabas. Franze a testa, põe-se bem na minha frente, e continua: "É amabilidade, que se diz? Não será amavilidade? Pois se a gente diz 'amável', devíamos dizer 'amavilidade'. A não ser que a palavra venha de 'habilidade'. Quer dizer: a 'habilidade' de ser amável. Amabilidade". E durante muito tempo ficou naquelas altas filosofias matinais. Já se afastara um pouco quando de repente volta atrás, deixa cair a mão pesadamente no meu ombro (tenho metro e meio e ele tem para aí o dobro...) e, enquanto eu olho desesperadamente em volta, exclama: "a nossa língua é muito bonita!" O quiosque já estava aberto, paguei-lhe um café.

Aquela "nossa", pronunciado com tanta força, tinha-nos feito, de repente, irmãos. Exactamente da mesma cor.

Alice Vieira


publicado por laura_ceu às 18:04

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 12 de Março de 2007

Noite de Óscares em Portugal

 

Melhor Actriz Dramática
 
O cavaco de Melhor Actriz Dramática foi para “Sócretina” pela sua interpretação como grande Primeiro-Ministro. Uma interpretação tão convincente como enganadora para alguns.
(Só o silicone não convence! Muito descaído!)
 
Melhor Actriz Secundária
 
O cavaco de Melhor Actriz Secundária foi para Paulo Portas pelo seu papel na crise do CDS. Merecido mais pelo espectáculo que pela actuação
 
Pior Líder Partidário
da Oposição
 O cavaco de Pior Líder Partidário
da Oposição foi para Marques Mendes. Pela sua estatura, o cavacod’ouro servirá para pendurar os fatos de líder quando for corrido do poleiro! 
  Pior Líder Secundário da Oposição
 
O cavacode Pior Líder Secundário
da Oposição foi para Ribeiro e Castro. Dada a insignificância do seu partido não conseguiu o cavaco d’ouro atribuído a Marques Mentes!
Estará pronto a explodir?
(E o Portas, usará um alfinete de dama?)
 
Melhor Argumento Adapatado
 
Ocavacode Melhor Argumento Adaptado foi para Joaquim Louçã, pela adaptação do “Socialismo”. "Socialismo caviar" para a esquerda mais tradicional, “Socialismo radical" para a direita tradicional.
 
Melhor Argumento Original
 
Ocavacode Melhor Argumento Original foi para Jerónimo de Sousa que pela fidelidade às suas origens não altera uma linha à bíblia do Comité Central do PCP.
 
Melhores Efeitos Especiais
 Ocavacode Melhores Efeitos Especiais foi para Paulo Macedo pela empenhada campanha que este pobre da ordem do Millenium Opus Dei, sofredor pelos interesses do fisco, fez para se manter no lugar. Com muita publicidade e efeitos especiais, com missas e concertos.
 
Melhor Conversa Fiada
  Ocavacode Melhor Conversa Fiada foi para o Prof. Marcelo pelo seu papel no referendo do aborto e por toda uma carreira cheia de ruídos, tretas e outros efeitos. Mergulhos no Tejo, homem do lixo e até salvador de nadador. A sua grande ambição passa por salvar de afogamento o próprio Presidente da República, para aumentar a sua fama dizem uns, para falhar o salvamento e ocupar do lugar do afogado, dizem outros.
Melhor Cacique Fala Barato
  Ocavacode Melhor Cacique Fala Barato foi para João Jardim pela sua abundante figura e léxico boçal. Este herói da Ilha das bananas faz os seus papéis escudado nos resultados eleitorais para o seu partido, no medo que os Presidentes da República parecem ter dele e pelas grandes quantias de dinheiro que emprega nas suas produções. A sua última obra "Eleições Regionais antecipadas" promete mais um sucesso.
 
Melhor Caixa de Colecção
  O cavacode Melhor Caixa de Colecção foi para “Corrupção”, onde podemos encontrar um conjunto de obras extraordinárias: "O Saco Azul", de Fátima Felgueiras, " O meu sobrinho da Suiça", de Isaltino Morais, "A grande Mama alfacinha", a obra prima de Carmona Rodrigues, “As mãos na massa”, de Valentim Loureiro e “Apito Dourado”, o épico de Pinto da Costa.
 
Melhor Má da Fita
  Ocavacode Melhor Má da Fita foi para Lurdes Rodrigues pela raiva desencadeada em cada professor ou aluno deste país depois de ver o filme “Ensino em Portugal”. São poucos os que parecem entender e encontram alguma bondade nas atitudes desta mulher maravilha do drama português.
 
Outras atribuições seguirão dentro de algum tempo!

Recebido por mail


publicado por laura_ceu às 11:29

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 6 de Março de 2007

Dia Internacional Da Mulher


publicado por laura_ceu às 17:51

link do post | comentar | favorito
|

rodeos de cavalos??? Isso ja deu o que tinha a dar!!!!


Firehose Rodeo - The most popular videos are here

publicado por laura_ceu às 16:43

link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Março de 2007

Dia Internacional da Mulher

Mulheres

Elas sorriem quando querem gritar.
Elas cantam quando querem chorar.
Elas choram quando estão felizes.
E riem quando estão nervosas.

Elas brigam por aquilo que acreditam.
Elas levantam-se para injustiça.
Elas não levam "não" como resposta quando
acreditam que existe melhor solução.

Elas andam sem novos sapatos para
suas crianças poder tê-los.
Elas vão ao médico com uma amiga assustada.
Elas amam incondicionalmente.

Elas choram quando suas crianças adoecem
e se alegram quando suas crianças ganham prêmios.
Elas ficam contentes quando ouvem sobre
um aniversário ou um novo casamento.

Pablo Neruda

No dia 8 de Março, do ano de 1857,  operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução do horário de trabalho, de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.

Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women's Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho.

Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque:

  • reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida.

Em 1910 na Dinamarca, numa conferência internacional de mulheres , foi decidido comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher".

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.


publicado por laura_ceu às 21:52

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 1 de Março de 2007

Na minha opinião, o objectivo deste governo é

fechar o público, abrir o privado, explorar o povo e encher os bolsos ao grande capital!

"Fecho da maternidade foi um erro"

O presidente da Câmara de Mirandela, José Silvano, acusa o ministro da Saúde, Correia da Campos, de ter "errado" ao decretar o fim da maternidade da cidade, em Setembro passado, considerando que o indício do erro é o anúncio da construção de um hospital privado. Em declarações ao JN, José Silvano afirma que "não se percebe que o que é rentável para o privado não o seja, também, para o Estado. Uns acham que determinadas zonas são viáveis (do ponto de vista do negócio), enquanto o Estado encerra" os seus próprios serviços, salientou .

O autarca social-democrata diz que, em apenas um ano, se passou de 900 partos registados nas duas maternidades então existentes (Bragança e Mirandela) para 600 registados em Bragança, após o encerramento decretado. "É a prova de que há espaço para os privados", garante.

A finalizar, o autarca não tem dúvidas de que este investimento vai ter um forte impacto social e económico no concelho, com a criação de 150 postos de trabalho, atracção de mais médicos especialistas e ajudar a fixar os já existentes, no caso do esvaziamento das urgências.

Para além da maternidade, o hospital privado prevê atendimento permanente e uma unidade de fisioterapia.

In: Jornal de Noticias

Hospital privado promete assegurar 1500 partos/ano
mais...


publicado por laura_ceu às 20:51

link do post | comentar | favorito
|


Cadastre-se no Trafegando - Divulgue Seu Site Gratuitamente e aumente suas visitas gratuitamente!

.mais sobre mim

.pesquisar

 

<script

.tags

. todas as tags